22/05/2020 18:07

Escolas municipais de Amambai retornaram das férias coletivas na terça-feira e seguem com educação remota

Is allowance instantly strangers applauded

As escolas municipais de Amambai retornaram nesta terça-feira, 19 de maio, das férias coletivas, dando início ao segundo semestre do ano letivo. A educação remota continuará sendo oferecida com atividades para serem desenvolvidas em casa.

Considerando que o Coronavírus (COVID-19) continua crescendo em casos no estado de Mato Grosso do Sul e segundo as autoridades sanitárias de saúde, a recomendação é continuar com a suspensão das aulas por tempo indeterminado como medida de não proliferação em massa das contaminações.

Segundo a secretária de Educação, Zita Centenaro, a Secretaria está trabalhando junto com toda a sua equipe para que os alunos continuem com as atividades escolares. "Neste momento todos nós educadores tivemos que aprender a reinventar a maneira de trabalhar, pensando que o nosso aluno não pode perder o vínculo com a escola e com o aprender. Enviando atividades para casa o aluno continua estudando de forma sistemática, sabemos da importância das aulas presenciais, mas o momento nos pede cautela", disse Zita.

Toda a comunidade escolar - secretarias de educação, pais e responsáveis pelos alunos, gestores e professores, profissionais da zeladoria e merenda - estão sendo severamente impactados e seguem buscando compreender como lidar com o momento.

As medidas que estão sendo tomadas até o momento foram a criação de grupos de WhatsApp para cada turma, mantendo o canal de comunicação com as famílias; Escolas abertas no período matutino para atendimento as famílias e oferecimento de atividades para famílias que não tem a possibilidade de imprimir o material.

As atividades à distância são uma forma de trabalho colaborativo entre escola e família. Nesse trabalho colaborativo, as famílias podem solicitar informações sobre as orientações pedagógicas relativas às atividades a serem desenvolvidas em casa.

"É fundamental que pais e mães mantenham esse canal de comunicação, assim, eles demonstram acreditar no potencial de aprendizagem dos próprios filhos. Todos os profissionais da educação estão à disposição para as orientações que forem necessárias", concluiu a Secretária.

Fonte: Bruna Corrêa/DECOM