04/07/2022 12:03

Ainda dá tempo de estudar e arrasar no Enem, saiba como

Professores dão dicas para melhorar o rendimento dos estudantes no exame marcado para os dias 13 e 20 de novembro

As provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2022 estão marcadas para os dias 13 e 20 de novembro. O R7 entrevistou professores de cursinhos para ajudar os participantes a tirarem de letra o exame, que é a principal porta de entrada para as universidade

As provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2022 estão marcadas para os dias 13 e 20 de novembro. O R7 entrevistou professores de cursinhos para ajudar os participantes a tirarem de letra o exame, que é a principal porta de entrada para as universidade

Divulgação/ Freepik

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou os resultados do Enem 2021 no início de fevereiro

Emocional: O primeiro ponto, como destaca o coordenador do Poliedro Curso de Campinas, Vitor Ricci, não se limita a ter um bom conhecimento do conteúdo cobrado para fazer uma boa prova no Enem. “Durante os meses de preparação para o exame, também é importante desenvolver a resistência física e trabalhar o emocional. Afinal, em cada um dos dias de aplicação do exame, o candidato enfrentará uma maratona de pelo menos cinco horas de provas. É importante cuidar da alimentação, do sono e do descanso, e não desanimar com possíveis obstáculos que podem surgir pelo caminho”

Tomaz Silva/Agência Brasil

Organize um calendário e tenha uma rotina: os estudantes devem elaborar um calendário estruturado de acordo com a sua realidade.

Organize um calendário e tenha uma rotina: os estudantes devem elaborar um calendário estruturado de acordo com a sua realidade. "Crie uma rotina não só para os estudos, mas também para o lazer e o descanso, com horários e dias da semana para cada atividade", sugere Ricci 

Divulgação/ Freepik

Ajuste o plano de estudos: precisa ser flexível, com a inclusão do “dia de resgate”, o momento para recuperar o conteúdo que ficou pendente por algum motivo. “Também é importante realizar revisões periódicas, focando nas matérias e nas questões em que se tem mais dificuldade e praticar o exame, por meio de simulados”

Ajuste o plano de estudos: precisa ser flexível, com a inclusão do “dia de resgate”, o momento para recuperar o conteúdo que ficou pendente por algum motivo. “Também é importante realizar revisões periódicas, focando nas matérias e nas questões em que se tem mais dificuldade e praticar o exame, por meio de simulados”

Marcello Casal/Agência Brasil

Alfredo Terra Neto, professor de história no curso pré-vestibular da Oficina do Estudante de Campinas (SP), explica que um bom plano de estudos está acompanhado de três pilares: montagem adequada da grade de estudos, realização frequente de simulados e tempo de descanso adequado.

Alfredo Terra Neto, professor de história no curso pré-vestibular da Oficina do Estudante de Campinas (SP), explica que um bom plano de estudos está acompanhado de três pilares: montagem adequada da grade de estudos, realização frequente de simulados e tempo de descanso adequado. "Um bom planejamento permite que os alunos consigam criar uma rotina de estudos, o que viabilizará um grande crescimento acadêmico e a consequente aprovação de qualquer tipo de aluno”, diz

Divulgação/ Freepik

Ainda de acordo com o orientador de estudos, os alunos devem estudar de forma ativa, promovendo anotação das aulas de todos os professores e realizando pequenos resumos. Sobretudo, é essencial realizar inúmeros exercícios. “Uma dica importante é revisar as aulas que já foram estudadas ao menos quatro vezes, sendo o intervalo entre cada uma das revisões de ao menos uma semana,” aconselha.

Ainda de acordo com o orientador de estudos, os alunos devem estudar de forma ativa, promovendo anotação das aulas de todos os professores e realizando pequenos resumos. Sobretudo, é essencial realizar inúmeros exercícios. “Uma dica importante é revisar as aulas que já foram estudadas ao menos quatro vezes, sendo o intervalo entre cada uma das revisões de ao menos uma semana,” aconselha.

Divulgação/ Freepik

Neto ainda aponta que os três principais erros cometidos pelos estudantes na criação do plano de estudos são: repetir o plano de estudos de anos anteriores sem considerar o resultado dos vestibulares; não focar nos seus pontos mais fracos e não dar a devida atenção para os treinos de redação

Neto ainda aponta que os três principais erros cometidos pelos estudantes na criação do plano de estudos são: repetir o plano de estudos de anos anteriores sem considerar o resultado dos vestibulares; não focar nos seus pontos mais fracos e não dar a devida atenção para os treinos de redação

Freepik

As provas serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro

Acompanhe informações e novidades sobre o exame: conversar com professores, tirar dúvidas, acompanhar informações e novidades sobre a prova e entender o seu funcionamento são práticas fundamentais para um bom desempenho no Enem, indica Ricci

Valter Campanato/Agência Brasil

O treineiro também precisa praticar: é muito importante que o aluno treineiro participe do Enem. “Praticar a prova e tudo o que a envolve, ajuda o candidato a se preparar para obter um melhor resultado no dia do exame, já que é fundamental ter preparo físico e emocional para aguentar as horas de exame, saber como se comportar antes, durante e depois da avaliação, aprender a lidar com a ansiedade e a tensão, estudar o deslocamento para chegar no horário no dia da prova, entre outras questões”, avalia Ricci

O treineiro também precisa praticar: é muito importante que o aluno treineiro participe do Enem. “Praticar a prova e tudo o que a envolve, ajuda o candidato a se preparar para obter um melhor resultado no dia do exame, já que é fundamental ter preparo físico e emocional para aguentar as horas de exame, saber como se comportar antes, durante e depois da avaliação, aprender a lidar com a ansiedade e a tensão, estudar o deslocamento para chegar no horário no dia da prova, entre outras questões”, avalia Ricci

Daniel Guimarães/EducaçãoSP/Divulgação

Fonte: R 7