11/11/2020 16:43

IFMS estuda viabilidade de implantação do curso de regência em Campo Grande

A partir desta quarta-feira, 11, é iniciada a aplicação de uma pesquisa online para avaliar perfil, formação e interesses do público-alvo

Is allowance instantly strangers applauded
Em 2017, concerto celebrou os 5 anos do Coral IFMS Campus Campo Grande - Foto: Ascom/IFMS

Um curso técnico na área de regência pode ser o próximo a fazer parte da oferta de educação profissional e tecnológica do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS). Uma comissão foi instituída para estudar a viabilidade da implantação. 

O curso faz parte do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, sendo ofertado em outras localidades do país. Em Mato Grosso do Sul, seria o primeiro na área.

A Comissão para Análise da Viabilidade de Implantação do Curso Técnico Subsequente em Regência no Campus Campo Grande, instituída pela Portaria nº 1.171/2020, iniciou os trabalhos em outubro, com o levantamento de informações sobre cursos técnicos na área de música e a análise de mercado de trabalho.

A partir desta quarta-feira, 11, a comissão inicia uma pesquisa com possíveis interessados no curso técnico em regência.

formulário online traz perguntas sobre o perfil do público-alvo, formação, nível de interesse pelo curso e a preferência pela modalidade a ser ofertada, com as opções subsequente ou concomitante ao ensino médio.

O presidente da comissão, professor Rodrigo Falson, explica que para os profissionais da área no IFMS o curso pode contribuir com o desenvolvimento local e, portanto, com o cumprimento da missão institucional.

“Percebemos que no estado existe público para este curso, como por exemplo, militares que atuam em bandas e fanfarras, assim como membros de comunidades religiosas, que muitas vezes atuam em suas igrejas sem ter a devida formação profissional”, explicou.

Rodrigo esclarece que o regente “pode atuar à frente de corais de empresas, escolas, associações, igrejas, bem como em formações instrumentais, como fanfarras, bandas militares e bandas sinfônicas”.

Curso Técnico em Regência - A carga horária prevista no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos é de 800 horas, que podem ser distribuídas em até dois anos.

O curso pode ser implantado na modalidade subsequente, destinado a pessoas que tenham concluído o ensino médio; ou de forma concomitante, para estudantes que queiram fazer o curso técnico no IFMS ao mesmo tempo em que o ensino médio é cursado em outra instituição.

O profissional da área tem como áreas de atuação orquestras, grupos de câmara e instrumentais, conjuntos de música popular, além de grupos vocais e corais.

Comissão - Tem prazo de até 60 dias, prorrogável pelo dobro do período, para concluir os trabalhos.

Após a conclusão, a comissão terá ainda dez dias para entregar o parecer à Diretoria de Ensino do Campus Campo Grande, bem como o relatório dos trabalhos desempenhados à Direção-Geral da unidade.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do IFMS