12/10/2020 11:10

Durante Semana de Imersão, secretários falam sobre gestão pública a acadêmicos de administração da FGV

Acadêmicos de Administração Pública trocam experiências com gestores e apresentam soluções para os desafios das secretarias

Is allowance instantly strangers applauded

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), recebeu virtualmente cerca de 20 alunos do Programa de Imersão Subnacional do curso de Graduação em Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Durante toda esta semana (de 5 a 9/10) gestores de todas as secretarias estão apresentando a estrutura, projetos estratégicos e os principais desafios de cada pasta para que os alunos conheçam as políticas públicas do Estado e formulem um plano de ação com propostas de melhorias ou novas soluções.

Secretário de Governo, Eduardo Riedel, falou sobre o atual modelo de Gestão por Resultados aos alunos

Na recepção dos alunos o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, contou um pouco sobre o modelo de Gestão por Resultados implantado no Estado: “Quando eu cheguei na administração pública em 2015, percebi muitas diferenças do setor privado: o regramento, o timing, o processo legislativo, além de se trabalhar com 47 carreiras diferentes de servidores. Foram grandes desafios que demandaram um foco muito grande para que pudéssemos conduzir o processo de transformação interna ao qual nos propusemos. Por isso era muito importante que, dentro desta linha de eficiência, tivéssemos muito claro com cada unidade gestora o principal foco a ser trabalhado, que são definidos anualmente por meio de contratos de gestão com cada secretaria”, explicou.  “O governo só tem a ganhar com esse exercício de abrir suas informações para a academia, pois o objetivo é melhorar seu desempenho por meio das saídas e alternativas apontadas a partir deste novo olhar dos alunos e professores”, completou o superintendente de Gestão Estratégica, Thaner Castro Nogueira.

De acordo com os participantes, a experiência em Mato Grosso do Sul tem sido extremamente proveitosa, conforme explica o acadêmico do 5º semestre, José Eduardo Carlos da Silva: “Tem sido uma semana de muito aprendizado e gratificante tanto pela atenção que temos recebido dos pontos focais, secretários, adjuntos e outros gestores, quanto pelo nível das discussões e oportunidade de conhecer pessoas inspiradoras que se esforçam ao máximo para dar o melhor à população”. Outro ponto destacado pela professora responsável pelo projeto, Laura Angélica Moreira Silva, foi o envolvimento espontâneo dos gestores do MS no processo: “Um diferencial interessante tem sido a participação expressiva de gestores assistindo às apresentações de outras pastas, criando um ambiente muito ativo e animador para os alunos conhecerem os dilemas e vitórias da administração pública local”, destaca.

O projeto, que tem como objetivo fazer com que os alunos consigam conectar a teoria aprendida em sala de aula com a prática vivenciada pelos gestores do Estado, acontece desde 2013 de maneira presencial, mas foi adaptado para o formato virtual em virtude da pandemia. Além do MS também participam da ação, de maneira simultânea, os estados do AM, ES e RS. No fim da semana, os alunos trabalharão em duplas as sugestões de melhoria com a criação de uma “árvore de problemas” – que é uma metodologia de mapeamento dos principais entraves da gestão pública, e entrega das propostas aos gestores das secretarias.

Participaram das apresentações o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Corrêa Riedel (Segov); o auditor Fiscal Wilson Taira e o ponto focal, Lorivaldo de Paula (Sefaz) ; o superintendente de Planejamento e Gestão, Paulo Montilha (Seinfra); a secretária de Administração e Desburocratização (SAD), Ana Carolina Nardes; a secretária de Educação (SED), Maria Cecília Amendola da Mota; a secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Elisa Cleia Nobre; o chefe de gabinete da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), André Matsushita Gonçalves; a secretária Adjunta de Saúde (SES), Christine Maymone; e  o secretário Adjunto de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Ricardo Senna.

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov). 

 

Fonte: Assessoria Governo do MS