02/10/2019 12:14

Professores da rede estadual em Amambai aderem a paralisação

Manifestação nessa quarta-feira (2) abrangeu todas as escolas da rede estadual, segundo o Simted.

O presidente do Simted em Amambai, professor Humberto Vilhalva. Boa qualidade da educação passa pela valorização do professor e dos profissionais da área. (Fotos: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

Professores e profissionais da educação, em Amambai, aderiram à paralisação estadual e não houve aula nas escolas da rede estadual de ensino nessa quarta-feira, 2 de outubro, em Amambai.

Os educadores cobram do Governo do Estado, readequação dos salários, que segundo eles foram reduzidos em 33% para os convocados e a realização de concurso público, entre outras demandas.

Em Amambai os trabalhadores em educação da rede estadual fizeram um manifesto na manhã dessa quarta-feira, 2 de outubro, na Praça Coronel Valêncio de Brum, onde realizaram a distribuição de panfletos aos motoristas.

Ao se pronunciar durante o manifesto, o presidente do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) de Amambai, professor Humberto Vilhalva falou sobre as reivindicações da categoria e ressaltou que, segundo ele, a melhoria da educação não está só em reformas de escolas ou em aquisição de materiais, mas sim no investimento no profissional da educação, garantindo salário digno aos educadores, por exemplo.

Fonte: A Gazetanews