02/08/2019 08:30

Pela 9º vez, Amambai é finalista do FETRAN-MS

Escola Municipal Julio Manvailer foi uma das primeiras classificadas para a final estadual que acontecerá em outubro na Capital

Is allowance instantly strangers applauded
Superintendente do DETRAT, José Luís Karasek. Foto: Raquel Fernandes

É a primeira vez que a escola municipal Julio Manvailer vence a etapa regional do maior festival de teatro estudantil do Estado e do País. O FETRAN, que é organizado pela Policia Rodoviária Federal em Parceria com os municípios participantes e o governo do Estado, está em sua décima edição e neste ano contou com inscrições de 294 escolas de todo o Mato Grosso do Sul. Destas, 16 estarão presentes na grande final, distribuídas em 3 categorias: infantil, infanto-juvenil e Juvenil. 

Atores do espetáculo “Foi pro brejo”. Foto: Raquel Fernandes

Concorrendo na categoria infanto-juvenil com o espetáculo “Foi pro brejo” de autoria e produção do coordenador de Educação para o Trânsito do DETRAT, Professor Luiz Cláudio Ferreira e direção geral da Atriz e diretora Alessandra Tavares; e que teve como professora responsável Maria Luísa Corrêa Dias; o espetáculo apresentado na última sexta-feira (26), alerta sobre os riscos e responsabilidades pelo atropelamento de animais nas rodovias e traz informações sobre a leis de trânsito que tratam acerca do tema. 

Equipe do Detrat em evento nacional promovido pelo Observatório Nacional de Segurança Viária ocorrido na cidade de Natal – RN. Foto: Assessoria

O município de Amambai consolidou-se como um dos maiores vencedores da história do festival ao longo dos 7 anos em que participa. Ao todo, foram 9 títulos regionais e 3 Estaduais, além de diversos prêmios de melhor ator, atriz, texto, cenário e direção. As escolas Antônio Pinto da Silva (primeira e maior vencedora), Mitã Rory, Cel Felipe de Brum, Fernando Corrêa da Costa e Guarani Kaiowá Estadual já trouxeram estes troféus para o município. 

A realização do Festival em Amambai só é possível graças ao empenho da prefeitura em estabelecer a parceria com a PRF. SEMED, SEDESC e Secreataria da Cidade por meio do DETRAT,  compartilham a organização do evento que em 2019 contou com grande participação do público e espetáculos muito bem preparados. Além da Escola Júlio Manvailer outras duas escolas tiveram destaque: Antônio Pinto da Silva que apresentou o espetáculo “Zumbi”, também na categoria infanto-juvenil que ficou em terceiro lugar e a escola Estadual Guarani-Kaiowá que concorreu na categoria juvenil com o espetáculo “E se fosse diferente” conquistando também a terceira colocação. 

As escolas Classificadas para a final Estadual na etapa Cone Sul são:

Categoria Infantil - Escola Municipal Rui Barbosa – Caarapó-MS – Espetáculo: Maribel e a família fantasma.
Categoria Infanto-Juvenil – Escola Municipal Julio Manvailer – Amambai – MS – Espetáculo: Foi pro brejo.
Categoria Juvenil: Instituto Federal de Mato Grosso do Sul – Navirai – MS – Espetáculo: A balada dos três encontros.


Fetran em Amambai

Atores do projeto "A vida em Trânsito" do Detrat-Amambai. Foto: Assessoria
Professora  Maria Luísa Corrêa Dias responsável pela turma finalista do Fetran 2019. Foto: Arquivo Pessoal

A história do FETRAN do município começou por iniciativa do atual superintendente do DETRAT, José Luís Karasek, que inscreveu a escola Antonio Pinto da Silva, na qual ocupava o cargo de diretor. Os bons resultados alcançados pela escola, tanto no seu plano pedagógico quanto no próprio festival, desencadearam o processo que levaria o município a se destacar em nível estadual e até federal quanto à utilização das artes cênicas como ferramenta para a educação, especialmente no trânsito. 

O ápice desta empreitada ocorreu neste ano, quando Amambai foi convidada para apresentar seus projetos na Capital e representar o Estado em evento Nacional promovido pelo Observatório Nacional de Segurança Viária ocorrido na cidade de Natal – RN. Na oportunidade foi apresentado o ciclo de palestras A vida em trânsito, criado pelo DETRAT para envolver crianças e seus familiares na discussão sobre as responsabilidades pela segurança no trânsito do município. 

Fonte: Grupo A Gazeta