14/01/2022 15:50

Governo viabiliza reativação de indústria esmagadora de soja em Bataguassu que vai gerar 100 empregos

Is allowance instantly strangers applauded

O Governo do Estado viabilizou na manhã desta sexta-feira (14) mais um empreendimento que vai gerar empregos e ampliar a base industrial em Mato Grosso do Sul. O secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) reuniu-se com o prefeito de Bataguassu, Akira Otsubo, e Danilo Dalia Jorge, presidente da empresa Aliança Agrícola do Cerrado, do grupo Sodrugestvo, juntamente com o diretor de Operações, Andre Luiz Escuicato Bonifacio.

O titular da Semagro e os empresários assinaram termo de acordo para concessão de incentivos fiscais que viabilizam os investimentos necessários para a reativação de uma indústria esmagadora de soja no município de Bataguassu. “É uma planta industrial que estava com suas atividades paralisadas há 12 anos e que agora, por meio da ação do governador Reinaldo Azambuja, juntamente com o prefeito Akira Otsubo, será reativada e vai gerar cerca de 100 empregos diretos em Bataguassu”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

A Aliança Agrícola do Cerrado irá investir R$ 18 milhões na reativação da planta industrial da Socind (antiga Soceppar). A indústria deve iniciar suas operações em maio de 2022 com estimativa de produção anual de 375 mil toneladas de farelo de soja, 100 mil toneladas de óleo degomado e 15 mil toneladas de casca de soja. A previsão é de que sejam abertas 100 vagas de trabalho nos próximos meses.

“Queremos que Bataguassu se desenvolva cada dia mais. Nossa cidade possui uma logística favorável, um potencial muito grande e estamos trabalhando para atrair investidores e consequentemente gerar mais empregos à população”, comentou o prefeito Akira Otsubo.

Marcelo Armôa, Semagro

Foto: Divulgação

 

Fonte: Assessoria Governo do MS