26/01/2021 18:55

Dólar fecha em forte queda em dia positivo para ativos de risco no mundo

Is allowance instantly strangers applauded

O dólar fechou em forte queda nesta terça-feira (26), em um dia positivo para ativos de risco no mundo e após um dia de baixa liquidez na véspera, devido ao feriado municipal pelo aniversário de São Paulo. O mercado também reagiu a declarações do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia sobre importância do cumprimento de regras fiscais e da entrada do setor privado no processo de vacinação.

A moeda norte-americana recuou 3,39%, cotada a R$ 5,3258. Na mínima desta terça, chegou a R$ 5,3133. No mês e no ano, a moeda norte-americana passou a acumular avanço de 2,67%. Em evento promovido pelo banco Credit Suisse, Bolsonaro mudou o tom e defendeu a vacinação contra a Covid-19 como forma de fazer a economia brasileira voltar a funcionar, em comentários alinhados aos feitos pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Ambos defenderam proposta feita por empresários brasileiros de comprar vacinas para imunizar seus funcionários e também doar parte ao Sistema Único de Saúde. Bolsonaro disse ainda que o governo manterá o compromisso com o teto de gastos e não irá transformar em permanentes medidas temporárias criadas para combater a pandemia de Covid-19. Nesta terça, o real foi amparado ainda pelo clima positivo no exterior, onde moedas emergentes tinham firme valorização. A ata da última reunião de política monetária do Banco Central.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central informou mais cedo que a evolução da pandemia, com o aumento do número de casos neste começo de ano, assim como o fim do Auxílio Emergencial, podem implicar um cenário doméstico "caracterizado por mais gradualismo ou até uma reversão temporária da retomada econômica". O Copom também afirmou que chegou a avaliar uma elevação na taxa básica de juros.

No exterior, a espera é pela reunião do Federal Reserve, o Banco Central dos Estados Unidos. Poucas mudanças são esperadas no comunicado de política monetária do banco central na quarta-feira, com o chair Jerome Powell devendo falar sobre a inflação na entrevista após a reunião.

 

Fonte: Fiems