28/01/2020 16:40

Dólar cai e volta a fechar abaixo de R$ 4,20

O dólar fechou em queda nesta terça-feira (28), com os mercados de olho nas decisões sobre taxa de juros no Brasil e nos Estados Unidos. Na véspera, o disparo da moeda ainda foi pautado por temores do avanço e impactos econômicos do surto de coronavírus na China. A moeda norte-americana caiu 0,38%, a R$ 4,1932. Na mínima do dia, chegou a R$ 4,1879. Na máxima, chegou a R$ 4,2166.

"Hoje o dia é de mais tranquilidade", disse Jefferson Laatus, sócio fundador do grupo Laatus, à Reuters. "Ontem os mercados reagiram fortemente ao vírus, mas agora quase toda a ideia do vírus foi precificada", completou, mas alertando que os temores ainda não foram superados. "O mercado, quando entra nessa maior tranquilidade, começa a olhar para outras coisas, como a decisão de juros do Fed amanhã e do Copom na semana que vem", afirmou.

Na quarta-feira (29) será divulgado o resultado da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), que teve início nesta terça, com ampla expectativa de que o banco mantenha a taxa de juros. No Brasil, o Banco Central divulgará na semana que vem sua decisão sobre os juros, com analistas esperando um corte de 0,25 ponto percentual, segundo a última pesquisa Focus.

Coronavírus

O número de mortos por coronavírus na China já passa de 100. O vírus já se espalhou para mais de 10 países, incluindo Estados Unidos, França, Austrália e Cingapura. Em uma tentativa de conter a propagação da doença, o governo chinês suspendeu as comemorações do Ano Novo Lunar e estendeu o feriado até o dia 2 de fevereiro. Grandes empresas fecharam as portas ou disseram aos funcionários para trabalhar de casa.

O receio do mercado é que o surto afete a demanda dos consumidores e tenha impactos mais diretos e abrangentes sobre a atividade econômica, já que o mercado tem na memória a epidemia de SARS de 2002 a 2003, também na China. Os principais índices de ações caíram acentuadamente na segunda-feira, os preços do petróleo e o dólar subiram, e analistas econômicos viram um possível impacto no crescimento econômico chinês e, possivelmente, no global, em meio ao aumento do número de mortos e ao isolamento de cidades.

Nesta terça-feira, o principal índice ações do Japão atingiu mínima de fechamento de três semanas. Já os preços internacionais do petróleo tinham mais uma sessão de queda. Na quarta-feira será divulgado o resultado da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed), que teve início nesta terça-feira, com ampla expectativa de que o banco central norte-americano mantenha a taxa de juros.

No Brasil, o Banco Central divulgará na semana que vem sua decisão sobre os juros, com analistas esperando um corte de 0,25 ponto percentual, segundo a última pesquisa Focus.

Fonte: Fiems