07/04/2020 17:11

Conveniências e bares terão que seguir mercados e fechar às 18h em Amambai

Medidas foram adotadas após reunião do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus realizada nessa segunda-feira (6).

Vilson Nascimento

Conveniências, bares e similares terão que seguir as mesmas regras adotadas em relação a mercados e supermercados e mercearia e fecharem para atendimento ao público a partir das 18h em Amambai.

Novo decreto determina fechamento de conveniências, bares e similares a partir das 18h. Nessa segunda-feira (6) trabalho dos fiscais será educativo. A partir desta terça (7) quem desobedecer estará sujeito às restrições previstas na legislação. (Foto: Vilson Nascimento)

A medida, que está dentro do plano de prevenção ao coronavírus no município, foi adotada pela prefeitura local após deliberação do CEC (Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus) em reunião realizada na manhã dessa segunda-feira, dia 6 abril.

O decreto com as novas normas passou a valer a partir da assinatura do prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira, na tarde dessa segunda-feira, mas nesse primeiro dia, segundo a procuradoria do município, os fiscais fizeram trabalho educativo. 

A partir desta terça-feira, 7 de abril, quem desobedecer estará sujeito as punições previstas em lei, que vão desde a cassação do alvará de funcionamento até a responder  a medidas judiciais por expor em risco a saúde pública.

Até essa segunda-feira (6) o decreto municipal 133/2020 (clique AQUI para ver), que contém as medidas preventivas ao Covid-19 em Amambai, que também, por deliberação do CEC foi mantido por tempo indeterminado, permitia que bares e conveniências permanecessem abertos até às 20h, quando inicia-se o toque de recolher na cidade.

Esse horário foi reduzido para às 18h pelo fato de muitas pessoas não acatarem as recomendações das autoridades sanitárias e de saúde e se aglomerarem ao entorno dos estabelecimentos para beber e bater papo.

Fonte: A Gazetanews