30/09/2021 18:00

Em Amambai, Reinaldo Azambuja autoriza R$ 23 milhões em obras e anuncia pavimentação da MS-289

Is allowance instantly strangers applauded
Reinaldo Azambuja entregou 105 títulos de regularização fundiária para os beneficiários no Loteamento Vila Cristina

Em Amambai, o governador Reinaldo Azambuja cumpriu nesta quinta-feira (30) uma extensa agenda com direito a autorização para celebração de convênios e licitações, que somam R$ 22,9 milhões, entrega de obras e anúncio de mais investimento em infraestrutura. O município completou 73 anos de fundação na última terça-feira, dia 28.

Ao lado do secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, Reinaldo Azambuja anunciou a pavimentação da rodovia MS-289, entre Juti e Amambai. "O secretário Eduardo Riedel está contratando um sonho de Amambai, mas um sonho nosso também: a pavimentação da MS-289, de Amambai a Juti. O Eduardo está contratando o projeto executivo e vamos ter condições de dar ordem de início dessa obra. São 76 quilômetros em uma região muito produtiva, com pequenos produtores e assentamentos rurais e nós vamos fazer a pavimentação dessa rodovia", disse.

O governador também entregou a restauração asfáltica do conjunto residencial Alcindo Franco Machado e a pavimentação do Nhú Verá e do Orlando Viol - todas pactuadas durante o Governo Presente. E celebrou convênios para obras pactuadas por meio do programa como a pavimentação e restauração de diversas ruas e avenidas e a construção do novo Centro Cirúrgico e do bloco administrativo do Hospital Regional de Amambai.

Além disso, o governador autorizou licitação de 18.890 metros de rede coletora e 614 ligações domiciliares de esgoto, no valor de R$ 5 milhões, e a construção de 50 unidades habitacionais.

Marta Oliveira da Silva também foi receber o cartão do Mais Social

Ainda na área da habitação, Reinaldo Azambuja entregou 105 títulos de regularização fundiária para os beneficiários no Loteamento Vila Cristina. E os investinentos continuam. Ele entregou cartões do programa Mais Social, além de cheques a microempreendedores beneficiários do Programa Mais Crédito MS. 

Receberão o Mais Social em Amambai 1.118 pessoas. O Mais Social atende famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. O programa do Governo do Estado paga R$ 200 mensais para beneficiários que têm renda mensal familiar per capita inferior a meio salário mínimo.

É o caso de Juliana Gamarra Nunes, de 35 anos, que está desempregada há seis meses. "Com o dinheiro vou poder comprar comida e coisas para os meus filhos, que têm 6 e 13 anos", contou.

O dinheiro, disponibilizado em forma de cartão, pode ser utilizado em qualquer estabelecimento comercial para compra de comida e de itens de higiene. A compra de bebidas alcoólicas ou cigarros com esse cartão não é permitida.

O Governo do Estado já investiu mais de R$ 106 milhões em Amambai, em sete anos gestão. Os investimentos abrangem diferentes setores, como infraestrutura, saúde, educação, segurança, assistência social e trabalho, desenvolvimento econômico e entre outros.

Para o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, os investimentos em obras estruturantes elevaram Mato Grosso do Sul a um novo patamar. "Hoje de manhã recebi um telefonema do governador falando da notícia do jornal O Estado de São Paulo. Mato Grosso do Sul é o 6,° no ranking de competitividade. Isso só acontece porque estamos investindo em todas as áreas. São R$ 23 milhões só hoje em Amambai".

Já o prefeito Ednaldo Luiz Bandeira destacou a parceria entre Município e Estado. "Este é o governo mais municipalista da história de Mato Grosso do Sul e demonstra, cada vez mais, o compromisso com Amambai".

Também participaram do evento o presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa; deputado federal Vander Loubet; secretários estaduais Sergio de Paula (Casa Civil), Geraldo Resende (Saúde) e Elisa Cleia Nobre (Assistência Social e Trabalho); a diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo, e o diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro, além de prefeitos e vereadores da região.

 

 

Fonte: Paulo Fernandes, Subcom Fotos: Saul Schramm