26/10/2020 16:49

Já em situação de emergência, Amambai foi atingida por novo temporal nessa segunda

Ventos fortes derrubaram árvores, destelharam casas e provocaram blecautes em vários pontos da cidade.

Is allowance instantly strangers applauded
O temporal da manhã dessa segunda-feira (26) derrubou árvores e destelhou casas em vários pontos da cidade, em Amambai. Município já em estado de emergência desde a semana passada em virtude dos estrados provocados pela intempérie do último dia 13. (Fotos

Vilson Nascimento

Treze dias após uma intempérie que causou vários danos na área urbana e rural, Amambai voltou a ser atingida por um forte temporal na manhã dessa segunda-feira, dia 26 de outubro.

Os ventos fortes acompanhados por uma precipitação meteorológica de 35 milímetros derrubou árvores, destelhou casas e com a queda de árvores e galhos sobre as redes, provocou blecautes, deixando várias regiões da cidade por horas sem energia elétrica.

Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, em Amambai, o subtenente do Corpo de Bombeiros Wilson Vicente Ferreira, a prefeitura local montou seis equipes que foram a campo.

De acordo com Wilson Vicente, o trabalho coordenado pela Defesa Civil, tem por objetivo socorrer emergencialmente as famílias atingidas com a entrega de lonas e ao mesmo tempo realizar levantamentos de danos para posterior apoio, no caso de quem necessitar apoio do Poder Público, com a distribuição de materiais.

Segundo o coordenador, o trabalho de levantamentos de danos vai permanecer pelos próximos dias, tanto na cidade como na zona rural do município, inclusive em aldeias indígenas, que também foram atingidas pelo temporal.

Amambai está em emergência

Na semana passada, segundo a Defesa Civil, o prefeito de Amambai, Dr. Edinaldo Bandeira, decretou situação de emergência, também por causa de danos provocados por um forte temporal que atingiu a cidade e a zona rural do município no dia 13 desde mês, uma terça-feira. 

Levantamentos realizados pela prefeitura, por meio da Defesa Civil indicaram que pelo menos 300 moradias tiveram a cobertura danificada e algumas delas totalmente arrancadas pelo vendaval, que também danificou e destruiu barracões em empresas, derrubou árvores e provocou blecautes, tanto na cidade como na zona rural.

Temporais são comuns nessa época

Temporais com queda de granizo, ventos e chuvas fortes são comuns nesta época do ano na região Cone Sul do Estado, em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o subtenente Wilson Vicente Ferreira, levantamentos realizados apontam que nos últimos anos temporais com as mesmas magnitudes são registrados em toda a região, especialmente na faixa de fronteira com o Paraguai.

Segundo o militar, o período de maior incidência dos fenômenos naturais, que chegam inclusive a gerar pequenos tufões, vai do mês de agosto até o final do mês de novembro.

A maior catástrofe provocada por fenômenos climáticos em Amambai ocorreu em outubro do ano de 2009 quando uma intensa chuva de granizo seguida de ventos fortes danificou, segundo levantamentos realizados na época, 1,5 mil casas em perímetro urbano, a maior parte na região da Vila Cristina e mais cerca de 500 na zona rural, a maioria na aldeia Amambai.

Em novembro de 2015 uma espécie de tornado atingiu a zona rural do município, causando grandes prejuízos aos moradores na rodovia MS-156 com destino a Tacuru, na região que abrange a base da Polícia Militar Rodoviária Estadual (PMRv).

Após a passagem do suposto tornado, chuvas intensas passaram a cair em toda a região provocando enormes estragos, principalmente nas zonas rurais dos municípios.

De acordo com a Defesa Civil, em Amambai, esse tipo de fenômeno ocorre praticamente sem aviso prévio.

Além de Amambai, vários outros municípios da região, entre eles Coronel Sapucaia e Caarapó, foram atingidos pela intempérie dessa segunda-feira, dia 26 de outubro de 2020.

 

Fonte: A Gazetanews