02/10/2020 15:00

Amambai completou 72 anos nessa segunda sem festa, mas comemorando grande avanço socioeconômico

Com quase 40 mil habitantes, município passa por momento de crescimento da agropecuária, do setor empresarial e de infraestrutura urbana com grandes investimentos público-privados.

Is allowance instantly strangers applauded
Vista aérea da cidade de Amambai. Município de 39,8 mil habitantes chega aos 72 anos em franco desenvolvimento e cada vez mais se fortalecendo como polo regional. (Fotos: Robson Fritzen e Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

Amambai comemorou no dia 28 de setembro, 72 anos de emancipação político-administrativa.

Por conta do risco de contágio pelo novo coronavírus, pela primeira vez em décadas a prefeitura local não realiza a tradicional agenda de eventos para celebrar a data, mas mesmo sem festa, a população do município tem grandes motivos para comemorar.

Hoje com uma população estimada em 39,8 mil habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Amambai passa por um de seus melhores momentos no que diz respeito ao desenvolvimento socioeconômico.

Agronegócio

O agronegócio, que é a principal engrenagem que faz girar a economia do município, vem crescendo ano a ano.

Em pela expansão, a agropecuária segue como carro-chefe da economia do município. 

Nesta safra 2020/2021 Amambai vai ampliar ainda mais o setor da agricultura e vai ultrapassar 100 mil hectares de soja, de acordo com estimativas da Aprosoja-MS.

Em relação à pecuária, segundo a Iagro, atualmente o município conta com um rebanho de 268,1 mil cabeças de gado e, por conta dos investimentos do pecuarista em qualidade genética, é uma referência para toda a região e inclusive para o resto do Estado.

“O agro de Amambai, impulsionado pelos investimentos do produtor aliado aos bons preços dos produtos no mercado, está passando por um ótimo momento. Vem crescendo ano a ano e acreditamos que índice crescimento vai durar por mais um bom tempo”, destacou o presidente do Sindicato Rural, Rodrigo Ângelo Lorenzetti. 

Setor empresarial

Em relação ao setor empresarial e comercial, o município de Amambai também está passando por momento de grande evolução.

Em breve entrará em funcionamento em Amambai dois atacados que juntos vão gerar cerca de 160 empregos diretos.

As vendas no comércio estão aquecidas, várias empresas já instaladas no município estão investindo em melhorias em seus estabelecimentos e novas empresas, após análise do potencial econômico, tem escolhido Amambai para se instalar.

Ainda neste ano de 2020, mesmo com todas as dificuldades geradas por conta da pandemia, entrarão em funcionamento em Amambai dois atacadões com capacidade de atender a demanda de toda a região, que juntos vão gerar aproximadamente 160 empregos diretos e mais dezenas de empregos indiretos.

“Amambai está vivendo um momento único. Nosso comércio continua muito forte e está se desenvolvendo cada vez mais. Com essa pandemia muitos setores se reinventaram e ganharam mercado. Estamos saindo fortalecidos e com perspectiva de um crescimento ainda maior do nosso setor comercial e empresarial para os próximos meses”, ressaltou o presidente da ACIA (Associação Comercial e Empresarial de Amambai), Clemente Martins Júnior.

Infraestrutura urbana

No setor de infraestrutura urbana Amambai também passa por uma revolução, com largas escalas de investimentos público-privados.

Investimentos públicos em obras de infraestrutura trazem conforto e estimulam investimentos. 

Empresas e pessoas físicas, acreditando no potencial econômico do município, então investindo em grande escala em construção de sedes próprias e moradias.

No que se refere a investimento público, a parceria entre prefeitura e Governo do Estado está levando asfalto e saneamento, com implantação de redes de esgoto, em várias localidades da cidade, fatores que além de garantir saúde, conforto e segurança para os moradores, também valoriza imóveis e estimula investimentos privados, atraindo desenvolvimento.

Polo regional

Amambai também vem se firmando cada vez mais como um polo regional na região Sul-fronteira de Mato Grosso do Sul.

Na área de saúde, por meio do HRA (Hospital Regional de Amambai) o município é referencia regional do que diz respeito a saúde especializada.

O município também é um dos únicos da região a contar com agência da Caixa Econômica Federal e agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

A cidade de Amambai também abriga a sede da unidade regional da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), a unidade regional da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimento) e um Polo Regional da SESAI (Secretaria Especial da Saúde Indígena).

Também está instalada em Amambai a sede da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (3ª CIPM), que além de Amambai atende aos municípios de Tacuru, Sete Quedas, Paranhos e Coronel Sapucaia, o 16º Subgrupamento Independente do Corpo de Bombeiros (16º SGB) responsável pela cobertura da mesma área de abrangência da 3ª CIPM e o 17º Regimento de Cavalaria Mecanizada (17º RC Mec), unidade do Exército Brasileiro responsável por garantir a soberania nacional em toda a região de fronteira, no sul do de Mato Grosso do Sul.

 

Fonte: A Gazetanews