02/10/2019 16:51

Vereador denuncia suposto descaso da Energisa para com pessoa idosa, em Amambai

Mulher de 70 anos, moradora na Vila Indiana ficou sem energia desde que a casa foi atingida por temporal, dia 19 de setembro e até essa quinta-feira (3) a concessionária não havia reativado os serviços, relata Tiane.

A moradora de 70 anos está sem energia elétrica desde o dia 19 de setembro quando sua casa (na foto) foi atingida por um temporal. (Fotos: Divulgação)

Vilson Nascimento

O vereador Luciano dos Santos Maurício, o “Tiane”, procurou a reportagem do grupo A Gazeta na tarde dessa quarta-feira, 2 de outubro, para denunciar o que seria um suposto descaso da concessionária de energia Energisa, para com uma pessoa idosa, em Amambai.

Segundo o vereador a mulher de 70 anos, moradora na Vila Indiana, teve o fornecimento de energia interrompido quando o padrão de sua residência foi danificado durante um temporal que atingiu aquela região da cidade na noite do dia 19 de setembro.

Os técnicos da Energisa teriam deixado de religar a energia para a idosa alegando que ao cabo terra do padrão não estava ligado corretamente no dia da vista técnica, segundo o vereador. 

Humilde e de pouca posse,  a moradora recebeu, segundo a Defesa Civil, da prefeitura um novo padrão, mas técnicos da Energisa teriam se recusado a fazer a ligação, alegando que o “cabo terra” do padrão não havia sido implantando da forma que determinam as normas.

Segundo o vereador, ele próprio, que trabalha na área de construção, fez o aterramento da forma correta exigida pela concessionária, mas agora a Energisa estariia “enrolando”, para fazer a religação da energia.

Por se tratar de pessoa humilde e de pouco conhecimento para se relacionar com a empresa, Tiane, que desde a noite do dia do temporal tem usado sua experiência no ramo de construção para ajudar voluntariamente as diversas famílias impactadas daquela região da cidade, se propôs a ajudar.

De acordo com o vereador, após três ligações para a central de atendimento da Energisa nessa quarta-feira, 2 de outubro, explicando a situação e pedindo atenção à demanda da unidade consumidora número 5295912, ele recebeu a notícia que o agendamento para o atendimento seria feito somente para daqui cinco dias.

“Na central de atendimento da Energisa eles alegam que consta em seus sistemas que os serviços de reparo para restabelecer a energia para a moradora já foram realizados, coisa que na realidade não aconteceu e agora realizaram novo agendamento para só daqui a cinco dias. Um descaso com qualquer cidadão, principalmente para com uma senhora idosa”, desabafou Tiane.

De acordo com o vereador, após a veiculação da reportagem no site A Gazetanews, no final da manhã dessa quinta-feira, dia 3, técnicos da Energisa estiveram na casa da idosa para religar a energia.

A reportagem do grupo A Gazeta encaminhou essa demanda à assessoria de comunicação da Energisa solicitando uma posição da empresa em relação a questão. A resposta veio em nota oficial emitida na tarde dessa quinta-feira (3). Veja na integra abaixo.

Nota Oficial

A Energisa esclarece que a interrupção no fornecimento de energia citada na reportagem, em Amambai, ocorreu devido o temporal que atingiu a cidade no último dia 19 de setembro, danificando o padrão de energia da cliente, que precisou ser substituído.

Equipes da concessionária estiveram no local e identificaram que o novo padrão não atendia as normas técnicas, oferecendo risco a segurança. Na vistoria, a concessionaria orientou a cliente, por meio de um documento, a realizar a correção.

Nesta quinta-feira (03/10), os técnicos voltaram ao local e restabeleceram a energia, após identificar que a correção havia sido realizada.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Energisa

Matéria atualizada às 17h35 dessa quinta-feira, dia 3, para acréscimo de informações.

 

Fonte: A Gazetanews