02/10/2019 15:52

Após ser subempreitada, obra da Nicolau Otaño segue acelerada em Amambai

Nessa quarta-feira (2) o prefeito Dr. Bandeira esteve no local realizando vistoria e destacou a qualidade do trabalho que está sendo realizado.

O prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira durante vistoria à restauração da Avenida Nicolau Otaño nessa quarta-feira, dia 2. Após ser subempreitada, a obra segue em ritmo acelerado, em Amambai. (Foto: Robson Fritzen/Decom)

Vilson Nascimento

Após ser subempreitada pela empresa que ganhou a concorrência pública via licitação, para uma empresa com maior capacidade logística e operacional, a obra de restauração da Avenida Nicolau Otaño segue em ritmo acelerado, em Amambai.

O trecho mais problemático da citada avenida, que liga a Avenida Pedro Manvailler a Rodovia MS-156, na saída para Caarapó, estava no quarteirão, principalmente no sentido leste/oeste, entre a Rua da República e a Rua Dom Pedro II, na região da Panificadora Big Pão.

Nessa localidade todo o asfalto antigo foi removido e, segundo a Prefeitura de Amambai, foi realizado um complexo trabalho de engenharia denominado drenagem profunda e rebaixamento de leito, serviço da mesma linha do realizado recentemente na Rua da República, na saída para Ponta Porã, com o objetivo de solucionar, de forma definitiva, o problema que aquela região enfrentava, principalmente em períodos chuvosos.

Nessa quarta-feira, dia 2 de outubro, o prefeito de Amambai, Dr. Edinaldo Bandeira (PSDB) esteve pessoalmente no local vistoriando o andamento da obra e destacou a qualidade do trabalho realizado.

Durante a vistoria Dr. Bandeira destacou a importância da Avenida Nicolau Otaño, tanto para mobilidade urbana em Amambai como para toda a região, já que a citada avenida é passagem obrigatória para quem sai de municípios como Paranhos, Tacuru, Sete Quedas e Coronel Sapucaia, para se deslocar para a região central do Estado.

Na ocasião o prefeito também voltou a agradecer ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) por atender a mais dessa importante demanda de Amambai, já que a obra está sendo executada pelo Governo do Estado.

Fonte: A Gazetanews