13/08/2019 09:44

DETRAT reúne taxistas para regulamentar atividade no município

Assim como já foi feito com moto-taxistas e motoristas do transporte escolar, órgão municipal quer garantir maior segurança para profissionais e usuários.

Is allowance instantly strangers applauded
José Luís Karasek expôs a Lei Municipal que trata sobre a categoria pontuando as mudanças necessárias. Fotos: Detrat

Raquel Fernandes

Na segunda-feira (13), os taxistas de Amambai e autoridades municipais e de segurança reuniram-se na sede do DETRAT para discutir, entre outras pautas, a regulamentação da Lei municipal nº 1.391/92 que trata sobre a atividade de transporte de passageiros em veículos de aluguel. Segundo o Superintendente do DETRAT, José Luís Karasek, a Lei é antiga e ainda não foi regulamentada. “Esta Lei terá que ser mudada em vários pontos, já que existe Lei Federal mais recente que é incompatível com suas decisões”, afirmou. 

A maioria dos profissionais taxistas que atuam em Amambai estiveram presentes na reunião desta segunda.

Estiveram presentes na reunião, além dos taxistas, representantes do DETRAT – Departamento Municipal de Trânsito e Transportes, a procuradora do município Gleice Brandão e os militares Cb Silvano e Sd Espinosa representando a 3º CIPM.

O Chefe do DETRAT disse ainda que este foi apenas o primeiro de muitos encontros que devem definir o futuro deste segmento profissional com o objetivo de estabelecer regras claras que beneficiem a todos equitativamente. Entre as propostas está a criação da Comissão Municipal de Trânsito, do Regimento Interno da atividade e o fortalecimento da associação destes profissionais, que já existe, no entanto necessita de ajustes para que atue com mais profissionalismo e represente efetivamente a união da categoria. 

O DETRAT já reuniu todas as classes de transporte particular de passageiros de Amambai. A ação visa regulamentar a atividade.

Os taxistas apresentaram os principais problemas que enfrentam como o transporte clandestino e a indefinição sobre regras de condutas internas; e pediram o apoio do DETRAT de da Policia Militar no sentido de aumentarem a fiscalização e maior rigor no trato destas questões.

José Luís Karasek classificou a reunião como positiva, pois foi o ponto de partida para garantir conquistas futuras para a classe. “Todos deverão se ajustar ao que está estabelecido em Lei, seja com relação aos passageiros ou aos próprios motoristas. Apenas desta forma garantiremos um sistema de transporte de passageiros justo e eficiente”, concluiu.  

Fonte: Grupo A Gazeta