12/07/2019 08:14

4ª Colônia de Férias de Inverno contou com a presença da Polícia Militar Ambiental

Is allowance instantly strangers applauded

Eduarda Erlich

A 4ª Colônia de Férias de Inverno, que começou no dia 10 e encerra hoje, dia 12, contou com recreação, esportes, oficinas e muitas brincadeiras para as crianças.

O evento proporcionou as mais variadas atividades, e contou com a colaboração de algumas entidades, tais como: o exército 17° RCMec, que disponibilizou um desafio de obstáculos com cordas; o Corpo de Bombeiros de Amambai, que ministrou uma palestra sobre incêndios e apresentou o caminhão usado por eles; o Projeto Amigão - Cães Labradores Lilico e Mabi; e, logo no primeiro dia, houve uma exposição de animais empalhados pela PMA;

Durante a tarde do dia 10, a Polícia Militar Ambiental esteve presente na 4ª Colônia de Férias de Inverno com palestras e orientações quanto a importância da conservação do meio ambiente, com discussões sobre as formas de economizar água e a conscientização de problemas ligados aos incêndios urbanos e rurais.

No decorrer da atividade, com o uso de animais taxidermizados, as crianças aprenderam sobre os problemas relacionados à fauna, como, tráfico de animais silvestres, caça e pesca ilegal e desmatamentos, que, segundo a PMA, são as primeiras causas de extinção espécies animais, causando também desequilíbrios ambientais como erosões, assoreamento e destruição de recursos hídricos, entre outros.

Uma das participantes do evento, falou sobre a importância da Colônia de Férias na vida de algumas crianças. “Eu achei muito legal! Aqui fazemos as atividades juntos e quem não tem com quem brincar em casa, brinca junto aqui”, ressaltou.

A participante, que tem 10 anos, também falou sobre como se sentiu em relação aos animais taxidermizados. “Achei muito interessante, mas ao mesmo tempo eu fico triste em saber que eles estão mortos. A gente fica pensando como ele morreu, se foi atropelado, se foi caçado, ou se morreu de velho mesmo. Acho muito importante a gente conhecer as espécies, pois assim nós podemos ajudar de alguma forma. Evitar que eles sejam atropelados. Se eles tiverem passando fome, com frio, podemos fazer algo para ajudá-los para que não morram”, finalizou a estudante.

Após a trilha com a exposição dos animais taxidermizados, a Polícia Militar Ambiental mostrou aos participantes tudo que é utilizado para prevenir e combater crimes ambientais, como coletes, fardas, barcos e também os drones, que são de suma importância nos trabalhos de fiscalização.

Fonte: A Gazeta News