10/06/2019 10:57

Jovem amambaiense pede exoneração de concurso para dedicar-se ao mercado financeiro

Is allowance instantly strangers applauded
Jhonatan Maciel e Denis Maciel (E/D)

Em busca de um melhor rendimento financeiro, muitas pessoas têm buscado meios alternativos às tradicionais poupanças. Além dos investimentos de renda fixa e aplicações a longo prazo que rendem um pouco mais que as poupanças, um segmento que vem crescendo a cada dia é o investimento no mercado financeiro, como a Bolsa de Valores e outros ativos como dólar e outras moedas.
 

Em Amambai, muitas pessoas já investem dinheiro na bolsa de valores e também operam no mercado financeiro. Alguns revelam  obter  ganhos surpreendentes, com operações de prazos curtos, num mesmo dia, as famosas operações de trade.
 

O amambaiense Denis Maciel conhece bem esta realidade. Há um ano, o jovem tem se dedicado a estudar e operar no mercado financeiro. Hoje, ele conta com vários investidores de norte a sul e de leste a oeste no Brasil, para os quais, mensalmente, ele passa uma determinada porcentagem de rendimentos.
 

 “O mercado financeiro é para todo mundo. Qualquer um pode fazer um cadastro na corretora, mas o pessoal tem que buscar o conhecimento para isso, porque sem estudar correm o risco de jogar dinheiro fora.”, explica Denis, contando para a equipe de reportagem do jornal A Gazeta como começou nesta área.
 

“A internet me levou a conhecer o mercado. Eu estava em um dia normal, olhando o Instagram e vi algo sobre Opções Binárias. Logo eu pensei que era alguma pirâmide, mas vi também que o negócio rendia dinheiro e era bacana; resolvi então me aprofundar no assunto. Todo mundo que inicia no mercado financeiro, começa com opções binárias,  que é um mercado descentralizado também, mas o ganho dele é restrito. Eu comecei por ali, onde me rendeu muito dinheiro. Ano passado eu juntei um capital muito bom, mas logo eu mudei de mercado; fui para o mini índice em novembro, que permite um ganho ilimitado. Você determina o seu ganho e isso me fez me afastar um pouco das opções binárias. Do mini índice, eu fui para o Forex, que me deu a possibilidade de ganhos absurdos”.
 

A paixão pelos gráficos do mercado financeiro, que foi só aumentando ao longo dos meses, fez Denis tomar a decisão de largar o seu emprego e focar na vida de trader. “Há dois meses eu pedi a baixa do exército. Eu era concursado, estabilizado, tinha 13 anos de exército. Muita gente não acreditou quando eu fiz isso. Eu tentava conciliar, mas como eu tenho os meus investidores e compromisso de repassar todo mês a eles, eu resolvi focar só aqui. Eu até conseguia repassar, mas não estava tendo ganhos para mim, por questão de tempo.”, conta Denis, relembrando que em um manhã que estava no exército, ele deixou de ganhar 110 mil reais. “Isso aconteceu umas duas vezes seguida e eu tomei a decisão de sair do Quartel”, complementa.
 

Riscos
 

Quando questionado sobre os riscos de perder dinheiro em suas operações, ele afirma que o segredo está no planejamento e no bom controle emocional. “ Nós trabalhamos com gerenciamento de riscos. Por isso nós temos que ter um psicológico muito forte, porque as vezes você tem ali, por exemplo, 1.000 reais, se perder 100, você já perdeu 10? sua banca. Daí se o cara não tem o controle psicológico para isso, ele vai querer recuperar o que perdeu e pode acabar perdendo ainda mais. Então nós temos que trabalhar com gerenciamento de risco. A gente deixa as ordens abertas aqui, operações abertas e vai dormir tranqüilo, porque se der algo errado, vai bater dentro do nosso gerenciamento de risco, que está no planejamento.”, explica.
Para quem deseja investir no mercado financeiro, pode contar com os serviços do Denis Maciel. Os interessados podem entrar em contato com ele pelo telefone: 067 993417500.
 

Fonte: Raquel Fernandes/ Grupo A Gazeta