13/04/2019 11:44

Amambai poderá ganhar Centro de Atendimento à Mulher

CAM vai acolher e orientar mulheres vítimas de violência doméstica, diz Janete Córdoba

Is allowance instantly strangers applauded
A presidente da Câmara de Amambai, vereadora Janete Córdoba, autora da proposição. CAM vai garantir privacidade e melhor atendimento às mulheres vítimas de violência. (Foto e vídeo: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

Na semana em que a luta pelo fim da violência contra a mulher ganha mais um aliado, a aprovação, por parte do Senado Federal, de um projeto que segue para a sanção do presidente da República, onde delegados e policiais poderão adotar por meios próprios quando necessário, a aplicação de medidas protetivas, afastando a vítima do agressor, Amambai caminha no sentido de ganhar mais um mecanismo de fundamental importância para a proteção e atendimento à mulher vítima de violência doméstica.

Por meio de requerimento ao Poder Executivo, a presidente da Câmara Municipal local, vereadora Janete Córdoba, sugere ao prefeito Dr. Edinaldo Bandeira, a criação do CAM (Centro de Atendimento à Mulher).

Segundo a vereadora o objetivo é manter um espaço apropriado para o atendimento, de forma reservada, à mulher vítima de violência doméstica no município.

“Temos hoje o CREAS que atende as mulheres vítimas de violência doméstica, com atendimento psicológico e social, mas naquela localidade também são atendidas outras pessoas, com problemas diferentes. O que nós queremos com a implantação do CAM é um espaço reservado, onde a mulher vítima de violência vai poder ser acolhida de forma discreta, sem ter sua identidade e seus problemas expostos senão aos profissionais da área, tendo assim um atendimento mais humanizado e consequentemente com melhores resultados”, destacou a vereadora.

Segundo Janete Córdoba o CAM, que já existe e funciona com sucesso em outros municípios do Estado, deverá contar com uma recepção com recepcionista, sala para atendimento jurídico, psicológico e de assistente social.

“Será um espaço para orientar e resgatar da mulher desse ciclo de violência que as vazes ela já vem passando há anos”, disse a vereadora ao ressaltar que a instalação do CAM não requer muitas despesas, já que a prefeitura dispõe de instalações físicas inativas que podem ser adaptadas para abrigar o Centro.

“Este Centro de Atendimento à Mulher será com, certeza um grande avanço no que diz respeito ao tratamento de mulheres vítimas de violência doméstica, um problema que está cada vez mais presente no dia a dia da nossa sociedade”, ressaltou Janete.

Fonte: A Gazetanews