Gazeta de Amambaí


Terça-Feira, 07 de Agosto de 2018 às 09:03

Agro e meio ambiente conversam com presidenciáveis

O Brasil poderá ser o maior fornecedor de alimentos do mundo no futuro

A Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, formada por 170 representantes do agronegócio, do meio ambiente e do clima, anunciou que irá apresentar um documento aos presidenciáveis contendo 28 medidas de modernização da produção e aumento da produtividade de forma sustentável. O documento foi lançado na última sexta-feira (03.08) e será apresentado aos candidatos entre agosto e setembro.

De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o mundo terá 9 bilhões de pessoas até 2050 e o Brasil será um dos maiores fornecedores de alimentos. Nesse cenário, o climatologista Carlos Nobre, presidente do conselho diretor do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas e um dos membros da Coalizão, lembra que o País possui a maior biodiversidade do planeta enquanto 1,4 do seu Produto Interno Bruto (PIB) é movido pelo agronegócio.

"O Brasil tem grande espaço para aumentar a produtividade com ciência, tecnologia e contribuir com a mitigação das mudanças climáticas no planeta sem deixar de ter destaque na produção de alimentos. É preciso incorporar essas propostas na plataforma política", comenta.

Segundo um dos representantes da Coalizão, o engenheiro agrônomo André Guimarães, o grupo reúne setores divergentes na política e até na sociedade. No entanto, ele diz que é do entendimento de todos que o futuro do País e do planeta só será garantido quando decidido em conjunto.

"A floresta cuida as águas, que por sua vez irrigam a agricultura. O produtor e os empresários mais modernos já perceberam isso. Então, decidimos sentar à mesa e encontrar um consenso", conclui.  

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Rural

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.