Gazeta de Amambaí


Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017 às 06:05

FAO pede mais esforço contra pragas perigosas

Lagarta do Cartucho, presente no Brasil, está entre pragas que ameaçam segurança alimentar

Há uma necessidade urgente de aumentar os esforços coletivos contra pragas em plantas e doenças em animais que se proliferam rápido para assegurar a segurança alimentar. É o que alertaram mais de 20 países em encontro da Organização de Alimentos e Agricultura das Nações Unidas (FAO) que também foi organizado para Organização Internacional de Saúde Animal, Biodiversidade Internacional, Fórum Internacional da Banana e outros apoiadores da causa.

A lagarta do cartucho, o Mal do Panamá e a peste dos pequenos rumiantes estão se espalhando rápido, cruzando fronteiras e estão colocando o alimento de pequenos agricultores rurais em risco, ameaçando o futuro econômico de países inteiros.

“Pestes e doenças invasoras são a segunda mais importante ameaça à natureza devido ao impacto severo nas populações de subsistência, na saúde humana, animal e plantas, e na economia. Elas estão afetando os mais vulneráveis, os produtores mais pobres e podem ameaçar de fato a segurança alimentar em escala global”, disse Ren Wang, diretora-assistente geral do Departamento de Proteção ao Consumidor e Agricultura da FAO.

“Surtos de animais que cruzam fronteiras e pragas de plantas têm crescido nos últimos anos. Isso é devido a uma ampla de gama de fatores conexos, incluindo comércio internacional e mudança climática. Problemas complexos precisam de solução complexas e em tempo”, acrescentou Wang.

O evento levou a um acordo para um compromisso mais robusto de parceiros com recursos para enfrentar as três doenças.

Fonte: Agrolink

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Rural

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.