Gazeta de Amambaí


Quarta-Feira, 29 de Novembro de 2017 às 14:40

Jesus guardará a igreja da Tribulação - Por Eloir Vieira

“Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra” (Ap 3.10).

A igreja de Cristo não passará pela Grande Tribulação! Pois, a igreja crê e guarda a Palavra de Deus: “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra” (Ap 3.10). “Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo” (1Ts 5.9);

Estudos bíblicos com interpretações erradas sobre o assunto têm causado muitas divergências no meio cristão. O equívoco acontece quando se conclui que o arrebatamento da igreja seja por ocasião da segunda vinda de Jesus, depois da Grande Tribulação; após a “apostasia e a manifestação do homem do pecado, o filho da perdição” (2Ts 2.1-4), quando Cristo vem com todos os seus santos anjos e julgará as nações, separando o “joio do trigo”, “os bodes das ovelhas”, os justos dos injustos (Mt 25.31; Lc 21.25-27; Ap 19.11-16). Isto é a segunda vinda, e não o arrebatamento!

O arrebatamento será antes da ira de Deus, quando o anticristo estará governando o mundo. Pois, ele só se manifestará após ser afastado quem o impede de se revelar (2Ts 2.6-10). Quem está resistindo, impedindo o anticristo de se revelar? O Espírito Santo; que opera na igreja que ora, intercede, expulsa demônios, evangeliza! Enquanto a igreja estiver em atividade, o anticristo não pode se manifestar; isto só acontecerá quando o Espírito Santo for afastado; e obviamente levando a igreja para se encontrar com Jesus nos ares. A igreja será livrada da ira de Deus que se derramará na terra (1Ts 5.9); a igreja será guardada da “tentação que virá sobre todo o mundo” ( Ap 3.10).

Existe uma diferença muito grande entre as situações em que o mundo estará no arrebatamento, e na segunda vinda de Cristo para juízo final. No arrebatamento as pessoas estarão vivendo normalmente, trabalhando, se divertindo; e distraídas, se surpreenderão quando, numa fração de segundo, num piscar de olhos, Jesus desce até um ponto no céu e rapta a igreja (Mt 24.36-39; 1Ts 4.16,17; 1Co 15.52,53). Uma tragédia mundial, onde os que ficarem vão tratar dos feridos e sepultar os mortos nos acidentes com aeronaves e veículos terrestres desgovernados, ao terem seus pilotos e motoristas arrebatados. Diferente da vinda do Senhor, quando o mundo estará em guerra (Armagedom). Sem luz do sol, da lua, das estrelas e vinda de Jesus Cristo em glória, iluminando o universo juntamente com a igreja (Mt 25.31; Lc 21.25-27; Ap 19.11-16).

Fonte: Eloir Vieira

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Opinião

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.