Gazeta de Amambaí


Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017 às 16:26

Tempo para todas as coisas - Por Eloir Vieira

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu” (Eclesiastes 3.1).

Foi o sábio Salomão quem escreveu; com a sabedoria que Deus lhe deu (2Cr 1.12). A Palavra de Deus diz: “Há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de deitar fora; tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz” (Ec 3.2-8).

Deus quer falar a você, sobre um tempo precioso, e que vale para a vida toda se você não deixar passar o tempo! Deus criou o homem, para viver eternamente; mas para isso não deveria deixar entrar o pecado no seu coração: “Mas, do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais” (Gn 3.3). Por causa do desejo, desobedeceu a Deus: “E, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela” (Gn 3.6). Assim, a terra foi amaldiçoada, o pecado entrou na humanidade, e toda a raça humana ficou contaminada pelo pecado. Consequentemente, separada de Deus: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rm 3.23).

Por amar demais, Deus se fez homem na pessoa de Jesus, atraiu para si todo o pecado da humanidade; oferecendo gratuitamente a salvação a todos que creem: “Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus, ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus” (Rm 3.24,25).

Este é o nosso tempo: Entre a primeira e a segunda vinda de Cristo; a era da igreja, o tempo da salvação pela graça. Este é o tempo proposto por Deus aos homens, para que creiam e se arrependam dos seus pecados; creiam em Deus e na sua Palavra: “E dizendo: O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho” (MC 1.15). O tempo está acabando; a hora é agora, Jesus está vindo: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor” (AT 3.19).

Fonte: Eloir Vieira

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Opinião

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.