Gazeta de Amambaí


Terça-Feira, 03 de Outubro de 2017 às 14:02

5 curiosidades sobre o coelhinho que é ícone da Playboy

Fundador da Playboy e as coelhinhas

Direito de imagem

GETTY IMAGES
Image captionAs mulheres retratadas na Playboy ficaram conhecidas como 'coelhinhas'

O coelhinho de gravata borboleta da revista Playboy é um dos símbolos mais icônicos do mundo. Ele permanece o mesmo desde que a segunda edição da revista chegou às bancas, em 1953.

A primeira versão da logo foi um desenho de Arv Miller e mostrava um cervo.

Isto porque, inicialmente, a revista seria chamada de "Stag Party", que em tradução literal significa "Festa do Cervo" e é o nome em inglês dado às despedidas de solteiro.

O nome original, no entanto, não prosperou, porque havia outra revista com o nome "Stag".

E então o cofundador da empresa Hugh Hefner - morto na quarta-feira de causas naturais aos 91 anos - e Eldon Sellers, vice-presidente executivo, decidiram buscar juntos um novo nome para a revista.

Logo da Playboy
Image captionCriador do ícone diz que coelho tem conotação humorística e sexual | Imagem: Playboy Enterprises

O nome "Playboy" ocorreu a Sellers porque, em algum momento, sua mãe havia trabalhado em uma empresa chamada Playboy Automobile Company.

Com o novo nome da revista definido, veio o novo logotipo desenhado por Art Paul.

1. Conotação humorística e sexual

Segundo o ilustrador, o coelho representa o caráter divertido, lúdico e encantador da revista.

Os coelhos são brincalhões, uma característica que aparentemente combinava com o espírito da publicação.

As coelhinhas da PlayboyDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionO conceito por trás da logo é que 'as garotas se parecem com coelhos'

O coelho foi escolhido também por uma "conotação humorística e sexual", uma vez que esse animal é conhecido por ter uma vida sexual ativa.

2. "As garotas se parecem com coelhos"

Art Paul declarou a veículos de imprensa que, entre outras razões, escolheu o coelho porque este "é um animal vigoroso, tímido, vivaz, saltitante, sexy".

"Primeiro, ele te cheira; depois, foge; mais tarde volta e desperta a vontade de carícias, de brincadeiras. Uma garota se parece com um coelho. É alegre", acrescentou.

Coelhinhas acenam para aviãoDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionHá uma indústria de 'merchandising' associada à logo que cresceu ao longo dos anos

O ilustrador comentou que um bom exemplo do sentido do coelho e da revista é a escolha da "garota do mês" pela publicação.

"Não é uma garota sofisticada que você nunca poderia ter. Não nos interessam as mulheres misteriosas, difíceis. Não nos interessa a femme fatal ('mulher fatal' em francês) que está triste".

Então, qual é o tipo de mulher buscada?

"A garota da Playboy não usa renda ou roupas íntimas. Ela está nua, bem banhada com sabão e água, e está feliz".

O coelho da Playboy é preto porque remete ao luxo, ao profissionalismo e à classe.

Fundador com um coelhoDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionO coelho é considerado brincalhão e tem atividade sexual intensa

Como em um traje formal e elegante, não precisa de cores. Por esse motivo, seu criador crê que o negro sólido e sem matizes representa muito bem a imagem da revista.

4Logo em avião militar

Nos anos 50, a logo foi utilizada como a insígnia do avião militar do esquadrão Navy VX-4.

5. O ponto final

Outro dado curioso é que, inicialmente, a imagem estilizada do coelho seria usada somente como uma espécie de ponto final para cada artigo da revista.

No entanto, os diretores decidiram que ela funcionava bem e devia ter um lugar de maior destaque.

Garotas da PlayboyDireito de imagemGETTY IMAGES
Image captionA logo existe desde 1953 e se transformou em um ícone reconhecido em quase todo o mundo

À medida que passaram os anos, a imagem do coelhinho da Playboy se tornou um ícone e hoje é usado em camisas, isqueiros e todo tipo de produto - gerando uma importante fonte de renda para a empresa.

A morte de Hugh Hefner nesta semana trouxe à tona críticas sobre como a revista, que ele dizia ter criado para combater o conservadorismo e a sexualidade reprimida nos EUA nos anos 1950, tratou a questão do papel da mulher na sociedade. Muita gente acha que a Playboy contribuiu para a revolução sexual dos anos 1960, mas isso não livrou Hefner de ser encarado como alguém que fez fama e fortuna fazendo uso do corpo feminino.

Fonte: BBC Brasil

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Internacional

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.