Gazeta de Amambaí


Sábado, 01 de Dezembro de 2018 às 16:28

Reinaldo investe R$ 3,5 mi em empresas de tecnologia e inovação

Investimento é resultado de parceria entre Fundect e Finep para empresas com potencial tecnológico

Empresas sul-mato-grossenses com potencial tecnológico com foco no desenvolvimento de projetos de inovação poderão receber em 2019 investimentos no valor de R$ 3,5 milhões do Governo do Estado. O anúncio foi feito durante o seminário do programa Tecnova, que foi realizado nesta semana em Campo Grande.

O incentivo é resultado de uma parceria entre a Fundect-MS (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado do Mato Grosso do Sul ), órgão ligado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), empresa pública brasileira de fomento à ciência, tecnologia e inovação vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação.

O Tecnova teve como objetivo selecionar empresas do Estado com potencial tecnológico e que desenvolvam soluções de inovação nas mais diversas áreas. Durante o seminário, os empresários selecionados exibiram seus produtos e serviços e trocaram experiências com os demais empreendedores participantes.

Investimentos

Na abertura do encontro, o diretor-presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira, anunciou oficialmente a segunda etapa do Programa para 2019. “A partir de janeiro do ano que vem iniciaremos os trabalhos para o Tecnova 2 e o programa Centelha. Serão 10 empresas participantes, os investimentos destes dois programas somam mais de R$ 3,5 milhões”, afirmou.

O secretário-adjunto da Semagro, Ricardo Senna, representou o governador Reinaldo Azambuja no evento e destacou a importância do tripé – Ciência, Tecnologia e Inovação – para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul.

“Este evento é de grande importância pois estabeleceu o diálogo necessário com todos os empreendedores e instituições ligadas à ciência, tecnologia e inovação do Estado. Precisamos superar gargalos, fazer com que a inovação se torne um elemento propulsor do desenvolvimento de todos os outros setores que são a base da economia de Mato Grosso do Sul. O Governo tem feito a sua parte, vamos publicar ainda este ano o novo marco regulatório para a inovação”, finalizou Ricardo Senna.

Fonte: Campo Grandenews

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Estado

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.