Gazeta de Amambaí


Sexta-Feira, 09 de Novembro de 2018 às 07:02

Governo espera arrecadar R$ 767 milhões com o IPVA de 2019

O valor representa um aumento de 8% em relação ao ano passado

A expectativa de arrecadação do governo de Mato Grosso do Sul com o (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2019 é de R$ 767 milhões. O valor representa um aumento de 8% em relação ao ano passado, quando foram arrecadados R$ 708 milhões, e já prevê a inadimplência.

Em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (8), o auditor fiscal e secretário adjunto da Secretaria de Fazenda, Cloves Silva, informou que os carnês já estão sendo elaborados e devem começar a ser distribuídos na primeira quinzena de dezembro.

Ainda segundo Cloves, Mato Grosso do Sul tem uma frota de 1,56 milhão de veículos. Esse é o número de boletos que serão emitidos. No ano passado, foram 1,2 milhão.

Quem pagar à vista até o dia 31 de janeiro terá 15% de desconto. Os contribuintes que quiseram parcelar terão de pagar a primeira parcela até o dia 31 de janeiro. Ao todo, serão cinco parcelas. Veículos novos são isentos nos 12 primeiros meses após a compra.

A alíquota do imposto foi mantida pelo Governo do Estado. Com o abatimento de 30% no índice de 5% válido em MS, o percentual em veículos automotores ficará em 3,5% sobre o valor venal, conforme tabela elaborada pela Fipe. Os percentuais aplicados são os mesmos praticados no ano de 2016, 2017 e 2018.

O IPVA é a segunda fonte de tributo do Governo do Estado, ficando atrás apenas do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Da arrecadação total, 50% é destinado ao Estado e 50% aos municípios onde o veículo foi emplacado.

Os contribuintes com dúvidas podem procurar às Agências Fazendárias (Agenfas) em seus respectivos municípios, munidos de documentos pessoais e do veículo ou ainda procurar a Unidade de Acompanhamento e Arrecadação de Outros Tributos/IPVA, que fica em Campo Grande, na avenida Fernando Corrêa da Costa, 858, das 7h30 às 13h30. A secretaria disponibiliza ainda os telefones (67) 3316-7513 / 7534/ 7541 para mais informações. (Colaborou Rosana Siqueira) 

Fonte: Correio do Estado

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Estado

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.