Gazeta de Amambaí


Terça-Feira, 12 de Junho de 2018 às 08:02

Fiems reforça importância dos incentivos para atração de novas indústrias

Na cerimônia de inauguração da fábrica de proteínas de soja da ADM (Archer Daniels Midland Company), realizada nesta sexta-feira (08/06), no Núcleo Industrial Indubrasil, em Campo Grande (MS), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, reforçou a importância da política de incentivos fiscais de Mato Grosso do Sul para a atração de novos empreendimentos para o Estado, que foi elaborada com apoio da Federação.

“Com apoio e sugestões da Fiems, o Governo do Estado hoje oferece uma política de benefícios fiscais muita arrojada, que nos deixa bastante à vontade para apresentar Mato Grosso do Sul a empresários de fora para que aqui se instalem. A ADM é um exemplo de indústria que veio para o Estado graças à concessão de benefícios fiscais e, agora, com essa expansão de suas atividades, também devido aos incentivos do Governo, vai agregar valor à soja sul-mato-grossense, fabricando proteína dessa oleaginosa para atender a indústria de alimentos nacional e internacional”, afirmou Longen.

O empreendimento, segundo o Governo do Estado, contou com contratação de R$ 274 milhões feita pela ADM junto ao Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO), a primeira concretizada para Mato Grosso do Sul. A indústria já operava na Capital no processamento de soja e produção de óleo do grão e, com o funcionamento da nova fábrica, o Estado passará a ter a maior indústria de proteínas de soja da América Latina.

Ao todo são 25 mil m², onde funcionará a unidade de produção de proteína de soja isolada e texturizada para fabricação de alimentos naturais e funcionais, hambúrgueres, salsichas, nuggets, cereais, sucos, entre outros produtos da indústria alimentícia e de bebidas. A nova unidade da ADM gerou 140 novos postos de trabalho e já opera com quase 100% da capacidade, que é de 50 mil toneladas de proteína de soja por ano.

Impostos por empregos

O governador Reinaldo Azambuja reforça que a expansão da ADM é fruto das políticas de incentivos do Estado. “Trocamos impostos por emprego. Você fortalece a economia local e principalmente gera oportunidades de agregar valor as matérias primas produzidas no Estado. Tivemos maturidade para, junto da Fiems e Assembleia Legislativa, construir a melhor política de incentivos fiscais do Brasil, uma política clara e transparente, e de um resultado totalmente eficaz, que fez o Estado ser um dos que mais gerou empregos, 12 mil somente no cadeamento do setor industrial”, exemplificou.

Segundo o presidente da ADM América do Sul, Domingo Lastra, a proteína de soja fabricada em Mato Grosso do Sul servirá de base para a indústria alimentícia mundial. “Vamos exportar 30% do produto, com foco nos países da América Latina, mas também da África do Sul, Arábia Saudita e Grécia. Os outros 70% vão ficar no Brasil, um mercado que cresce constantemente”, disse. O presidente da ADM Nutrition na América Latina, Roberto Ciciliano, acrescentou que a alimentação funcional cresce cada vez mais. “A busca por produtos mais saudáveis é crescente e, por isso, estamos em busca de produtos inovadores e que sejam bem aceitos por este público”, comentou.

Já o secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, destacou que a nova planta agrega valor à principal commodities do Estado: a soja. “O Estado tem, juntamente com a Fiems, a clareza de que só crescemos a medida de que mais indústrias investem aqui, mais empregos e riquezas são geradas aqui”, acrescentou.

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado estadual Paulo Corrêa, presidente da Comissão de Indústria, Turismo e Comércio da Casa de Leis, também destacou a contribuição da bancada estadual para o desenvolvimento da industrial local. “A Assembleia Legislativa apoia um fundo de apoio a indústria, possibilitou o acesso aqui asfaltado e aprovou a doação do terreno para a expansão, que foi doado pelo Estado. Esta fábrica é de suma importância para a cadeia da soja, nós estávamos produzindo só o grão e agora processamos e geramos proteína de primeira qualidade usados para o alimento do mundo inteiro”, disse.

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, também destacou o papel do Executivo municipal, que, por meio do Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande), também incentiva a instalação de empreendimentos. “Estivemos várias vezes reunidos com presidente da Fiems, Sergio Longen, que sempre nos acolher e recepcionou, e encontramos um bom termo para melhoria do Estado e da nossa cidade”, reforçou.

Repercussão

O diretor-corporativo do Sistema Fiems, Cláudio Jacinto Alves, comentou a atuação da Federação para a atração de novas indústrias e investimentos para o Estado. “A Fiems tem como uma das suas bandeiras de atuação a busca pela expansão da concessão de incentivos fiscais e a liberação de recursos junto ao FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) para fomentar o crescimento do Estado e a geração de emprego e renda”, garantiu.

O Senai, por exemplo, pode atender à empresa por meio do Instituto Senai de Tecnologia Alimentos (IST Alimentos), localizado em Dourados, avaliou o diretor-regional Rodolpho Mangialardo. Os laboratórios do instituto elaboram pesquisas e produtos inovadores na área de alimentos. “Temos um trabalho forte, que inclusive já é realizado junto à ADM e, com essa expansão, temos a possibilidade de desenvolver novas tecnologias para dar suporte em diversas áreas”, pontuou.

Também na linha de inovações e soluções para ampliar a competitividade da indústria, o superintendente regional do Sesi, Bergson Amarilla, citou os serviços do recém-inaugurado Centro de Inovação do Sesi, localizado na Capital, para atender as demandas da ADM. “O Centro de Inovação passa a ser um parceiro da ADM na composição de serviços inovadores na área de saúde e segurança do trabalho e outros projetos que venham a convergir com essa expansão da fábrica”, salientou sobre o espaço, cuja linha de atuação são os Sistemas de Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho.

Superintendente do IEL, José Fernando Amaral também destacou o papel do instituto para auxiliar a ADM e outras empresas do Estado. “O IEL tem estagiários aqui na ADM e estamos sempre presentes quando somos solicitados pelas empresas”, pontuou. 

Fonte: Fiems

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Estado

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.