Gazeta de Amambaí


Terça-Feira, 13 de Março de 2018 às 18:08

Devedores serão inclusos no SPC a partir do dia 31 em Amambai

Objetivo da prefeitura é cumprir exigências do TCE em relação à LRF e busca receber R$ 10 milhões em tributos que estão nas mãos de inadimplentes.

Clique na Imagem para ampliá-la

Fachada do PAC em Amambai. Contribuinte inadimplente com prefeitura que não regularizar sua situação poderá ficar com o nome sujo na praça. (Foto: Vilson Nascimento)

Vilson Nascimento

A partir do dia 31 deste mês de março os contribuintes que estão em débito com a prefeitura local, terão os nomes inclusos em serviços de proteção ao crédito como o SPC, em Amambai.

A medida, segundo a prefeitura, visa cumprir exigências do Tribunal de Contas do Estado em Mato Grosso do Sul (TCE/MS) e impedir que o prefeito, que é o coordenador de despesas, sofra sansões previstos na LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) que proíbe ao gestor público abrir mão de receita regular, além de tentar resgatar, segundo a Secretaria de Fazenda do município, cerca de R$ 10 milhões que poderiam ser aplicados no melhoramento da saúde, da educação, no esporte e lazer e na infraestrutura urbana e hoje estão nas mãos de contribuintes inadimplentes.

De acordo com a prefeitura todos os devedores à fazenda municipal, inclusive os inadimplentes já inclusos na dívida ativa e com ações de cobrança já ajuizadas, serão inscritos no serviço de proteção ao crédito e poderão ficar impedidos de abrir crediário ou contrair empréstimos, por exemplo.

Para resolver suas situações e impedir que seus nomes sejam incluídos nos cadastro de inadimplentes e no termo popular, evitar ficar com o “nome sujo na praça”, o contribuinte devedor deverá procurar no PAC (Posto de Atendimento ao Contribuinte) da Prefeitura de Amambai, localizado na Rua Sete de Setembro, nas proximidades da Escola Estadual Coronel Felipe de Brum e buscar regularizar suas situações. O telefone do PAC é (67) 3481-4533.

Segundo a Prefeitura a inadimplência é em relação a IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), Alvarás, ISS (Imposto Sobre Serviços), ITR (Imposto Territorial Rural) e ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis), por exemplo.

Fonte: A Gazeta News

Veja mais fotos:

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Cidade

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.