Gazeta de Amambaí


Quarta-Feira, 06 de Dezembro de 2017 às 18:38

Janete destaca conquista de apoio ao IEDL em Amambai

Por intervenção da vereadora o Instituto ganhou terreno para sede própria e a parlamentar busca emenda de R$ 50 mil para ajudar na construção.

Clique na Imagem para ampliá-la

A vereadora Janete Córdoba e o vereador Robertino Dias com a “Fofa” e colaboradores do Copal Eduardo Dutra Lescano. (Foto: Paula Carvalho)

Vilson Nascimento

A vereadora Janete Córdoba, líder do PSDB na Câmara Municipal, destacou a conquista de um terreno para a construção de uma sede própria para o Instituto Eduardo Dutra Lescano (IEDL), em Amambai.

O pedido da doação do terreno à entidade ao prefeito, Dr. Edinaldo Bandeira foi realizado pela vereadora em matéria também subscrita pelo vereador Robertino Dias, que também é do PSDB e foi deferido pelo chefe do Poder Executivo.

Dr. Bandeira encaminhou o projeto de doação do terreno, que fica localizado na região do Conjunto Habitacional Mangay, localidade considerada estratégica para o público-alvo assistido pelo Instituto e a doação foi aprovada na Câmara com aval de todos os vereadores.

“Sabemos do importante trabalho que a Fofa desenvolve junto a nossa sociedade por meio do Instituto Eduardo Dutra Lescano e nada mais justo que nós, do poder público, tenhamos esse compromisso em buscar esse apoio a essa importante entidade do município”, disse Janete.

    No vídeo a vereadora Janete Córdoba fala sobre o IEDL

Janete Córdoba também ressaltou que encaminhou indicação ao depurado estadual Rinaldo Modesto, o “Professor Rinaldo”, pedindo a destinação de R$ 50 mil em emenda parlamentar para ajudar na construção da sede.

“Tivemos uma conversa prévia com deputado Rinaldo, que é de nosso partido e ele se propôs destinar essa emenda de R$ 50 mil que vai ajudar o Instituto Eduardo Dutra Lescano a dar início à obra”, disse Janete.

O IEDL

O Instituto Eduardo Dutra Lescano (IELD) nasceu a partir de uma tragédia familiar ocorrida em 2012 que chocou toda a população de Amambai, que foi a morte do menino Eduardo Dutra Lescano, na época com 11 anos, vítima de um acidente de trânsito.

Após a fatalidade, a mãe de Eduardo, a professora Marilene Silveira Dutra, a “Fofa”, decidiu por transformar a dor da perda em esperança para outras pessoas, imortalizando o nome do filho com ações sociais.

Primeiro veio o apoio a “mães enlutadas”, ajudando a superar a dor da perda de seus filhos, posteriormente trabalho social como apoio a campanhas de prevenção a acidentes de trânsito e ações com crianças em situação de vulnerabilidade.

Hoje o Instituto Eduardo Dutra Lescano é uma das entidades mais atuantes em Amambai, desenvolvendo diversas atividades, inclusive nas áreas esportivas e culturais por meio do Coral Eduardo Dutra Lescano, sempre tendo como foco o atendimento a crianças e adolescentes.

Fonte: A Gazeta News

Veja mais fotos:

COMPARTILHE

IMPRIMIR

   
  • Mais Notícias
  • Mais Lidas
  • Mais Cidade

Copyright © A Gazeta News.
Todos os Direitos Reservados.
Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que citada a fonte.